Conversação: Pesquisas

Conversação: Pesquisas

(5)nudo de palabras-detalleArt.AlejandraKorek

“Nudo de palabras”. Artista:Ale Korek

Inés Sotelo 

 

Na Universidade Nacional de San Martín, Graciela Brodsky se ocupa e orienta o Mestrado em Clínica Psicanalítica à luz da Orientação Lacaniana, associada ao Instituto Clínico de Buenos Aires. Todos seus docentes são membros da EOL – AMP. São já 5 as turmas que tem transitado. Desde 2015, acrescentou-se a modalidade semanal, com 80 estudantes de 2° e 1° ano, e a modalidade mensal intensiva, com 40 estudantes do interior da Argentina e de países latino-americanos

O mestrado é sem dúvida um espaço de pesquisa e seu objetivo principal é o de aprofundar nos conhecimentos da clínica psicanalítica, através de um programa de estudos guiado e sistematizado que proporcione, também, os instrumentos necessários para a investigação e a elucidação das molas da prática da psicanálise. Está dirigido a estudantes nacionais e estrangeiros.

O Mestrado desenvolve 4 eixos:

O eixo conceitual contemporâneo, bem como comparações entre distintas teorias.

O eixo clínico-prático.

O eixo interdisciplinar.

O eixo de pesquisa: busca desenvolver as relações entre a psicanálise e a ciência, bem como estabelecer a especificidade da pesquisa psicanalítica nas suas diferentes modalidades através de oficinas clínicas, oficinas de tese e tarefas de pesquisa.

Atualmente trabalha junto com a Secretaria de Pesquisa da Universidade para traçar estratégias para a inscrição de projetos que articulem pesquisas vindas dos departamentos do ICdeBA e que ofereçam respostas às complexas temáticas dos âmbitos educativos, jurídicos, médicos, etc.

Algumas destas temáticas trabalhadas nos Departamentos do ICdeBA são ligadas ao autismo, à violência escolar e às violências em geral, às toxicomanias e ao consumo, aos temas de gênero; problemáticas complexas, diversas, que vão apresentando novas formas como a época nos mostra. Será esta uma oportunidade de dar respostas rigorosas, desde a orientação lacaniana, em âmbitos atravessados por outros paradigmas. Ao mesmo tempo, é uma forma de tomar a palavra em publicações e meios acadêmicos indexados e outros de articulação com âmbitos profissionais e de gestão de políticas públicas.

Na Faculdade de Psicologia, da Universidade de Buenos Aires, a psicanálise ocupa um lugar privilegiado na grade curricular.

Muitas são as disciplinas a cargo de professores membros da EOL e AMP. Contamos com quatro disciplinas obrigatórias, seis Práticas Profissionais e seis disciplinas eletivas dentre elas “Psicanálise: Orientação Lacaniana. Clínica e escritura” que, desde há três anos, é a primeira disciplina que inclui o nome de Lacan e a Orientação de Miller.

Na Pós-graduação: o Mestrado em Psicanálise, a Especialização em Clínica de Orientação Psicanalítica e vários outros cursos. Também as orientações de doutorandos e mestrandos sob a responsabilidade de Membros da EOL e AMP. Cada projeto de tese nos diferentes níveis dá conta da pesquisa e transmissão que, em muitos dos casos, terminam em uma publicação.

Mestrados, Doutorado, Especialização, bem como cada pesquisador, podem se apresentar na categorização CONEAU (Comissão Nacional de Avaliação e Acreditação Universitária), organismo descentralizado que funciona sob a jurisdição do Ministério de Educação da Nação. Criado com a finalidade de contribuir no melhoramento da educação universitária.

Tudo isto, no nosso país, tem o valor de validar carreiras e de reconhecer a hierarquia dos pesquisadores à luz de seus trabalhos, títulos e publicações apresentadas.

A Secretaria de Pesquisa administra os sistemas de pesquisa (UBACyT, CONICET, ANPCyT e PROINPSI) que tem lugar no âmbito da Faculdade. Atualmente acolhe 101 Projetos de pesquisa do Programa UBACyT (32 de psicanálise) e 15 projetos do Programa de Fomento à pesquisa da Faculdade de Psicologia (PROINPSI) (5 de psicanálise). Simultaneamente, é a sede para pesquisadores e projetos da Agência Nacional de Promoção Científica e o CONICET.

O Instituto de Pesquisa da Faculdade oferece 99 bolsas de pesquisa (58 do sistema UBACyT e 41 de CONICET), nas categorias Estímulo (dirigidas a estudantes de graduação), Mestrado, Doutorado e Culminação de Doutorado (13 de psicanálise).

As pesquisas em Psicanálise se multiplicaram nos últimos anos, o que conduziu à criação da comissão de Psicanálise na CTA, Comissão Técnica Assessora, que avalia e recomenda à Ciência e Técnica (CyT) a aprovação ou não dos projetos apresentados. Nessa comissão foram nomeados Professores membros da AMP-EOL.

As Práticas Profissionais abriram um campo de pesquisa muito importante, pois permitiram desenvolver projetos clínicos. Desde 2006 dirigimos junto com Guillermo Belaga vários projetos sobre a urgência no hospital público, as intervenções e a eficácia da psicanálise. Em uma delas trabalhamos com o Hospital das Clinicas de Belo Horizonte, o Hospital Maciel de Montevideo, o Central de San Isidro e o San Bernardo de Salta.

Os projetos que articulam hospital e universidade têm um relevante valor político, pois dão o aval quanto à eficácia da psicanálise no âmbito da saúde e precipitam publicações indexadas.

As pesquisas UBACyT aprovadas podem contar ou não com financiamento exclusivamente para insumos, viáticos, inscrição a congressos e pago de serviços. Não estão previstos honorários para os pesquisadores.

A Secretaria de Pesquisa também é a encarregada de organizar, de maneira coordenada com as outras áreas da Faculdade, o Congresso Internacional de Pesquisa e Prática Profissional em Psicologia, Jornadas de Pesquisa e o Encontro de Pesquisadores do MERCOSUR que ano após ano permite o intercâmbio entre milhares de pesquisadores, através de Conferências Internacionais, Simpósios, Oficinas, Mesas de Trabalhos livres e Pôsteres.

Anualmente o Congresso de Pesquisa conta, aproximadamente, com 4000 inscritos, sendo muito numerosa a apresentação de trabalhos psicanalíticos.

Nos espaços de conferencias já foram convidados Eric Laurent e Miquel Bassols, bem como convidados estrangeiros de outras Escolas.

A presença dos analistas da EOL-AMP é fundamental, através de trabalhos livres, oficinas, mesas, apresentação de livros, bem como membros do comitê acadêmico avaliador.

Destacamos a importância de publicações indexadas já que elas garantem a leitura e valorização, nos diferentes lugares do mundo, das investigações realizadas por nós.

A Faculdade, através da Secretaria de Pesquisa, oferece uma série de publicações nas quais se reflete um pouco da produção científica dos mais de 500 integrantes das equipes de pesquisa, que desenvolvem suas atividades no marco das aulas e projetos. Adequar-se aos critérios atuais das publicações académicas tem permitido contar com um banco de avaliadores tanto nacionais como internacionais, garantindo desta maneira seu inestimável valor científico:

Anuário de Pesquisas: publica exclusivamente trabalhos produzidos no marco dos projetos de pesquisa com sede na Faculdade. Indexado em SciELO, LILACS, LATINDEX e PSICODOC.

Revista Pesquisas em Psicologia: revista quadrimestral, que recebe contribuições de graduados internos e externos na Faculdade. Indexada em LATINDEX, PSICODOC e LILACS.

Revista Universitária de Psicanálise: revista anual, que recebe contribuições da comunidade psicanalítica nacional e internacional. Indexada em LILACS.

Atas do Congresso: publicam os trabalhos aprovados no Congresso Internacional de Pesquisa e Prática Profissional em Psicologia, Jornada de Pesquisa e Encontro de Pesquisadores do MERCOSUR. Indexadas em ACADEMIA.EDU

Na atualidade estão inscritos os seguintes projetos, dirigidos e integrados por um grande número de membros da EOL AMP:

Consequências Clínicas do Último Período da Obra de Jacques Lacan (1971-81): A Identificação com o Sintoma? Diretor/a: Mazzuca, Roberto

Relações entre a Clínica Contemporânea e as Novas Formas de Toxicomania desde a Perspectiva da Orientação Lacaniana. Diretor: Fabián Naparstek

Diagnósticos no Último Período a Obra de Jacques Lacan (1971-1981). Diretor: F Schejtman

A Urgência em Saúde Mental no Hospital Público na Cidade de Buenos Aires. Diretores: Sotelo – Belaga

Sintoma-Sinthome: As marcas Freudianas no Último Ensino de Lacan. Diretor: O Delgado

Incidências da Biotecnologia no Processo de Luto. Diretor/a: Fleischer, Débora

Novos Aportes desde a Psicanálise ao Tratamento das Doenças Psicossomáticas. Diretor/a: Szapiro, Liliana 

Caracterização da modalidade do laço em consultas por atos de violência doméstica. Diretora: Marisa Morao

A pesquisa da cátedra de Psicopatologia na que participo é “O Sentido e o Real no último período do ensino de Jacques Lacan (1971)”. Diretores: Godoy / Aksman Gloria.

 

Comentários estão fechados.