Categoria de Arquivos

A gratuidade do Witz

Leonardo Gorostiza Talvez como uma consequência inerente ao fato de que “ensinar Lacan” necessariamente implica “introduzir descontinuidades, distinguir momentos, períodos, paradigmas”(1), fazendo esquecer que esses momentos em realidade se mantém juntos, porque o seminário de Lacan “prosseguiu durante trinta anos sem rupturas, transformando-se em uma espécie de deformação topológica contínua”(2). Uma leitura não advertida pode, […]

Enredos de família… seus assuntos na prática

Viviana Mozzi Este cabeçalho não é um equívoco. Está bem claro para mim que o próximo ENAPOL, que nos espera em Buenos Aires, no próximo ano, nos convoca sob o título: “ASSUNTOS DE FAMÍLIA: seus enredos na prática”. No entanto, é possível relacionar e intercambiar seus termos seguindo suas etimologias. Assunto: argumento / matéria da […]

“Segredos de família”

Por Renato Andrade – NEL Em nosso tempo o privado tornou-se público. As fotos, o vídeos, os áudios que circulam pela televisão ou pelas redes sociais, a atividade que fica registrada em nossos dispositivos tecnológicos ou a falta de pudor com que se abordam os outrora temas íntimos, nos podem fazer crer que já não há […]

As ficções de família e o gozo órfão

Maria Josefina Sota Fuentes Desde os primórdios da psicanálise, os assuntos de família tomaram conta da cena analítica a ponto de Freud fazer do mito de Édipo um complexo universal instaurado no cerne do desejo humano, berço do trauma e dos laços libidinais onde se jogam as forças antagônicas inconscientes dos sintomas e inibições, fixando […]

A cartelização IUFI, vale de paixões

Gerardo Arenas Dizer que a orientação lacaniana é apaixonante não constitui juízo de valor, mas a constatação de um fato, pois a estrutura do laço que ela estabelece entre os analistas e a direção que imprime nas análises formam um nó com a ética do respeito pelo singular; e o singular é o nome genérico […]

Por quê uma Rede de Psicanálise Aplicada?

Marcelo Veras O Bureau da FAPOL criou recentemente a RPA, Rede de Psicanálise Aplicada. Para desenvolver esse projeto, o Bureau convidou um membro de cada Escola da FAPOL para traçar as premissas básicas de suas ações. Assim, Ricardo Seldes (EOL), Aliana Santana (NEL) e eu mesmo, Marcelo Veras (EBP), nos pusemos ao trabalho de desenhar […]

Oolhar da NEL sobre a infância medicalizada.

Observatório #3 A Infância Medicalizada Aliana Santana   Um breve olhar sobre o caminho percorrido desde que foi constituído o Observatório #3 da FAPOL sobre a Infância Medicalizada em abril de 2014, do qual a NEL faz parte. Sendo a NEL uma Escola com estrutura federativa e um funcionamento múltiplo derivado das características de cada […]