Categoria de Arquivos

Entrevista a Alejandra Koreck*

Graciela Allende. EOL  — Beatriz García Moreno. NEL LXXI — Olá Alejandra, você foi uma grande colaboradora, com sua arte, em Lacan XXI e por isso nos interessamos,  nesta nova rubrica de Psicanálise e Arte, que nos diga um pouco de algumas ideias sobre seu processo criativo. AK—Olá! Para mim sempre foi de grande alegria […]

O amor não é para covardes

Lavia Mariela – EOL/AMP Dois desconhecidos estão em uma cabana. Pela janela se vê cair a água e, mais ao longe, se visualiza uma lagoa. Faz frio, a lareira mantém o ambiente aquecido. Dois corpos se abraçam enquanto desfrutam uma xícara de café e uma boa conversa. Na cabana, a música da chuva permitia que […]

Labirinto

Cínthia Busato – EBP/AMP Principalmente à noite, naquele silêncio longo onde tudo que não se diz grita. Pelas paredes de madeira escutava o farfalhar das cobertas e, atento, tentava saber pela respiração pesada se ela está sentindo dor . Ele, duro feito pedra. Enquanto jazia mal respirando, aquietava só mesmo por fora, dentro todo ebulição. […]

Soul

En SOUL verificamos la poetica que perfila el dibujo de la letra en el espacio, que resuena sin sentido, siendo un testimonio de que las pulsiones son en el cuerpo, el eco de un decir. Por eso, tomamos las palabras de la autora sobre su propia obra. ¨Sucede que estuve trabajando en el poema Soul […]

Concluir

Silvia Bermúdez – NEL/AMP Qué del amor cuando se deshace. El penar surca un cuerpo. Ausencias, dolores. Más allá de la travesía por el desamparo. Inmenso vacío desvestido. Un borde Un claro Un nuevo amor Sin servidumbres ni soledad ominosa Ligera Entonces qué? Hacia un amor menos tonto.

Abrazos

Gabriela Cuomo – EOL/AMP ¿Qué quedará del mundo que tuvimos? No sé si volveremos iguales o distintos. Más humanos quizás con lo impar del vecino. ¿Tendremos el coraje de volver a abrazarnos? ¿La alegría, las ganas, la emoción de intentarlo? ¿Qué quedará del gusto por vivir cuando esto haya pasado? De esa infección prefiero no […]