Lacan21

Sobre: Lacan21

Postagens Recentes para Lacan21

Amor e estrago

Silvia Szwarc – EOL/AMP Jacques Lacan, ao sustentar que a mulher é um sinthoma para o homem, enfatiza que o inverso não é verdadeiro. Pelo contrário, afirma que “pode ser um estrago”.1 Lacan não delimita nessa afirmação, nem o estrago, nem o tipo de mulher, mas o sustenta como possibilidade para algumas. Os feminicídios, em […]

Sistemas classificatórios e predicados linguísticos de classes no autismo

Gabriel Goycolea – Aderente do Centro de Investigación y Estudios Clínicos (CIEC). Córdoba O que é o autismo? Esta pergunta despertou as mais complexas discussões, teorias e protocolos de abordagem. O autismo altera, rompe a homeostase terapêutica dos comités de especialistas onde os fundamentos psicanalíticos ou as verdades extraídas de manuais psicodiagnósticos parecem construir edifícios […]

Da ficção à fixação

Daniela Dighero C. – Associada Nel-Santiago A pista que sigo a encontrei no texto ”Disrupción de goce y locuras de transferência” de Eric Laurent: “ Ao final do percurso, a sugestão retorna a seu estatuto primeiro: o impacto do significante sobre o corpo, que permite certo tratamento da efração de gozo, seu equilíbrio em uma […]

Sigmund Freud, as cartas de amor

Mariela Lavia – Participante Departamento Enlaces/ICdeBA O amor é um labirinto de mal-entendidos: “Amamos a aquele que responde a nossa pergunta: Quem sou eu?”1 Jones nos brinda com um aspecto da vida privada de Freud, sua capacidade de amor e ternura. Martha Bernays, a mulher por quem Freud se apaixonou, foi o grande e único […]

A Escola, uma modalidade de amor

Frank Loreto – Associado NEL-Caracas A Escola proposta por Lacan em seu Ato de Fundação é uma experiência inaugural, enquanto a aposta é consentir em nossas análises até as suas últimas consequências. Como sabem, isso tem algumas implicações, não que se possam enumerá-las, mas, ao menos, podemos trabalhá-las em conjunto. Uma dessas é a de […]

Violência: a outra cara do amor

Adriana Tyrkiel* – EOL (Cartelizantes) A miúde temo que os homens e mulheres sejam irrevogavelmente estranhos entre si, como se viesse de planetas diferentes …  As pessoas continuam se juntando, ainda que as relações continuem sendo destrutivas. É uma reação bioquímica:  estimula esta parte de teu cérebro que só se satisfaz com o amor, a […]

O amor invisível no cinema de Dolan

Giovana Reis Mesquita – Associada do Instituto de Psicanálise da Bahia* Buscamos através do cinema aprender algo sobre o amor, sobre ser vítima do amor. Pois cinema e amor sempre andaram juntos; o cinema é a arte de fazer a relação sexual existir. Antelo (2015) diz que as imagens do próprio corpo, do corpo do […]

Sonhar e gozar: despertar com o cinema?

Bruno Tarpani – Eduardo Benedicto – EBP/AMP Este texto foi produzido no âmbito do Cinecult/USP, um espaço de interlocução com a sétima arte a partir da exibição de filmes, debates com o púbico e produção de trabalhos acerca das relações entre cinema e psicanálise. A atividade já esteve associada ao Centro Lacaniano de Investigação da […]

Entrevista a Mónica Biaggio

Graciela Allende. EOL/AMP – Beatriz García Moreno. NEL/AMP Mónica Biaggio, psicanalista e membro da EOL e da AMP. Mora em Buenos Aires. Suas obras têm acompanhado Lacan XXI desde o início da revista. Por este motivo, contactámo-la e após uma troca via telefone, ela aceitou generosamente uma entrevista. LXXI – Monica, você é uma grande […]

“La página en blanco”, uma forma fecunda do vazio

María de los Ángeles Morana – Asociada NEL-Cali. Isak Dinesen ou Karen Blitzen, heterônimos de Karen Dinesen (1885-1962), contista, “rien qu’une conteuse”[1]. Sua paixão: construir histórias e narrar. Em “La página en blanco”[2] convoca o feminino em sua alteridade radical que, na história do Ocidente se resiste a ser escrita e permite, ao mesmo tempo, […]

comentário Recentes para Lacan21

    Nenhum comentário para Lacan21 ainda.